Ronald Koeman: “Sinto-me tratado injustamente. Não se pode dizer que estava bem há duas semanas e agora é um pesadelo”

O técnico chefe do Barcelona, Ronald Koeman, falou sobre sua reunião com o presidente do clube, Joan Laporta, em 13 de maio.

“Eu não posso entrar em detalhes. Discutimos a equipe, a temporada, os resultados recentemente. Também concordamos em nos reunir ao final do campeonato. O final da temporada é o melhor momento para tais conversas.

Eu quero ficar, estou feliz e vejo como posso melhorar seriamente a situação. A viagem não se limita apenas a esta temporada.

Na minha opinião, há muitas coisas boas. Não se pode dizer que há duas semanas tudo era ótimo e agora é um pesadelo. Não é justo. Depende da Laporta, mas não estou preocupado.

Nas últimas semanas, sinto que não estou sendo tratado de forma bastante justa. Se você analisar a temporada, você deve olhar as mudanças no time, os jovens jogadores, a vitória na Copa da Espanha, o fato de estarmos 13 pontos atrás do líder em dezembro, e agora continuamos a lutar pelo título, mesmo que as chances sejam escassas. É para isso que temos de olhar. Se você leu a imprensa recentemente, parece que estamos em algum tipo de colapso com o qual não concordo.

Eu sinto o apoio dos jogadores e esta equipe tem um grande futuro. Se conseguirmos obter o que nos falta para o próximo passo, então ficarei muito intrigado em ver como a equipe se sairá na próxima temporada”, disse Koeman.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *